Follow Us

Dicas para viajar com crianças e bebés

Viajar com crianças pode parecer uma missão impossível e se é a primeira vez que vai fazê-lo, imaginamos a centena de dúvidas e cenários que já lhe passaram pela cabeça!

Para ajudar, reunimos 8 dicas para a deixar mais descansada e garantir que a viagem corre bem, tanto para si, como para os mais pequenos.

Então vamos a isso!

1. Planeie o voo com antecedência

Para começar, se vai viajar pela primeira vez com uma criança, prepare bem a viagem.É importante ter tempo suficiente para poder escolher os melhores lugares e garantir o conforto ideal durante o primeiro voo do seu filho.

Opte por voos mais tarde para que coincidam com a hora de dormir do seu bebé. Assim será mais fácil aguentar esta nova experiência, porque estará a dormir durante a viagem. Isto é perfeito, não vai incomodar ninguém durante o voo e o seu bebé também não vai ficar irrequieto e desconfortável.

Se o seu filho tiver algum objeto que não pode faltar na hora de dormir, leve-o consigo. Quer seja um pequeno peluche ou uma mantinha “especial”. Depois pode sempre fechar a persiana da janela do avião para ajudar.

Tente não escolher voos muito longos, porque serão mais difíceis para os pequenos. Ainda assim, caso decida fazê-lo, a dica mantém-se, escolha bem os seus horários e o lugar no avião. Como será mais tempo, o bebé não irá dormir durante a viagem inteira, por isso leve algo para se entreterem. Se tiver de fazer escala, escolha bem o voo de conexão, porque não vai conseguir percorrer um aeroporto a correr com uma criança pequena!

2. Aproveite a prioridade de embarque

Em quase todas as situações e aeroportos, as famílias com crianças pequenas têm prioridade. Use e abuse dela! Se pode passar à frente de filas ou embarcar primeiro, porque não aproveitar essa vantagem? Embarcar primeiro é fantástico para conseguir arrumar tudo como deve ser antes do avião ser inundado com pessoas.

3. Marque os seus filhos

Se vai viajar com crianças mais crescidas e que conseguem andar bem sozinhas, coloque algum tipo de identificação. Pode ser uma pulseira, escrito no braço ou um pin. O importante é colocar o seu contacto direto caso eles decidam explorar o aeroporto e se percam no processo. Mais vale prevenir que remediar!

4. Pesquise

Quando escolher o seu destino, verifique o que é necessário para o seu bebé viajar. Precisa de passaporte? As vacinas estão todas em dia ou é necessário tomar alguma antes de partir?

Assegure-se de que tem todas as situações sob controlo e não se esqueça de confirmar se existe medicação que precisa de levar consigo.

Uma pesquisa muito pertinente, que deve incluir, é perceber onde fica o hospital mais próximo do sítio que vai ficar. Esperamos que não seja preciso, mas caso aconteça alguma coisa, estarão bem preparados!

5. Hotel ou alojamento local?

Existem vantagens em ambos e, no fundo, é tudo uma questão de gosto pessoal.

Os hotéis têm serviço de quarto e alguns até incluem serviços de baby-sitting, caso seja algo que está à procura. Outra vantagem dos hotéis é que têm berços disponíveis, para garantir que o seu bebé dorme bem. Alguns também têm pequenos frigoríficos para que possa colocar o leite e se pedir, aquecem-no, sem problemas, nas hora de refeição da criança.

Por outro lado, em alojamento local, a sua rotina seria muito semelhante à que tem em casa. Como tem uma cozinha, poderia preparar as refeições da criança como o faz habitualmente, quer seja só leite ou já tenha introduzido os sólidos. Caso escolha esta opção, pergunte na mesma se estará equipado para crianças, tendo no mínimo o berço.

Independentemente do que escolher, lembre-se de confirmar os acessos, para que seja fácil subir, por exemplo, com um carrinho caso o leve consigo na viagem.

6. Leve apenas o essencial!

A tendência de colocar coisas de que não vai precisar, na mala, é enorme! Mas não o faça, não precisa de levar tudo o que usa no dia-a-dia e há muita coisa que pode comprar no destino, como as fraldas e toalhitas. Leve apenas o suficiente para que tenha para o caminho e para o primeiro dia, até encontrar o super mercado.

Lembre-se que o seu saco de fraldas contará como bagagem de mão, por isso garanta que tem tudo o que precisa: fraldas, toalhitas, creme, manta para cobrir e outra para as mudas de fralda, chucha, gel desinfetante e um saco para o lixo.

Na bagagem inclua um protetor, se for para um destino quente, as roupinhas que precisa para os dias em que estará fora e uma espécie de kit de medicamentos com pensos, termómetro e um paracetamol em caso de febre. Se ainda estiver a amamentar, pode incluir uma bomba pequena e garrafas para armazenar o leite.

Normalmente em viagens de avião, o melhor é vestir o seu bebé ou criança por camadas. Assim poderá ajustar consoante ele tenha frio ou calor. Como os desastres acontecem, tenha sempre uma muda de roupa perto de si.

Esteja preparada com alguns snacks nutritivos e com líquidos para que o seu bebé se mantenha hidratado.

7. Carrinho de bebé VS Mochila “porta-bebés”

Este é um dilema ao viajar com crianças pequenas ou bebés. Avalie bem o seu destino e como se vai deslocar durante a sua estadia. Se as ruas forem irregulares e estiver a pensar andar de transportes públicos, talvez a mochila seja mesmo a melhor opção. Não ocupa tanto espaço, é mais fácil de se deslocar, de subir escadas e as crianças costumam gostar de andar assim, pertinho dos pais.

Se preferir levar o carrinho, escolha um mais pequeno, com cadeirinha para o carro incluída. É preferível optar por um 2 em 1 para não ter de andar super carregada. Esta opção também é muito boa porque pode levar o carrinho até ao portão de embarque, pode usar como cama para as sestas da tarde e pode cobrir caso esteja a chover.

8. Planeamento das atividades

Lembre-se que está a viajar com crianças! Não programe demasiadas atividades para um dia, pois vai tornar-se muito cansativo. Divida o que quer ver e fazer pelos dias que vai passar fora, para que corra tudo bem e ninguém fique irritado.

E se planear uma atividade e ninguém estiver feliz, desista! Mais vale voltar mais cedo para descansar do que estar a insistir em algo que não está a resultar.

No fundo, o importante é planear bem, levar apenas o essencial e agendar tudo com antecedência. Tente não stressar demasiado, nem controlar todos os detalhes. Aproveite a sua viagem, vai correr tudo bem!

Pikme

Posts Relacionados
Sem comentários

Faça um comentário